Benefícios da dieta baseada em vegetais

A recomendação de saúde mais importante que posso te dar é: tenha uma dieta baseada em vegetais. Frutas, verduras, cereais integrais, cogumelos, castanhas, sementes fornecem fitoquímicos, vitaminas, minerais, fibras, aminoácidos que mantém o corpo saudável. Trocar a maior parte dos alimento processados por alimentos de origem vegetal trazem benefícios à saúde em pouquíssimo tempo. Neste vídeo falo um pouco da ligação da alimentação com as doenças:

Não se preocupe, você não vai enjoar. A dieta baseada em plantas inclui uma grande quantidade de alimentos: nozes, quinoa, coco, figos, abacate, tomate, hamburgers de lentilhas e grão de bico, arroz, feijão, salada, sopas, mousse de chocolate, pães, tapioca, mingau de aveia...

Eu nunca fui uma pessoa ligada em carne mas comecei a reduzir cada vez mais meu consumo durante o curso de nutrição. Visitávamos granjas e abatedouro e te digo: a coisa não é normal. Se informe um pouco sobre o assunto no vídeo que trata da Operação Carne Fraca (se ainda não viu):

Se você não liga para seu coração, não acredita nos benefícios da redução da carne para a prevenção do diabetes, derrames, câncer, se não está nem aí para a crueldade animal, talvez valha a pena saber um pouco mais sobre o impacto da alimentação no meio ambiente:

Bem, outras pessoas adotam uma dieta baseada em vegetais simplesmente na tentativa de perder peso. Também funciona. Em média, vegetarianos são mais leves do que não vegetarianos. Em média pois corpos são diferentes e algumas pessoas, apesar de vegetarianas seguem dietas pouco saudáveis, ricas em alimentos industrializados, salgadinhos de pacote, doces, massas... 

Como incluir mais vegetais em sua dieta:

1. Reduza o consumo de carne. Que tal começar adotando uma dieta vegetariana apenas nas segundas-feiras? Se precisar de um incentivo clique aqui para conhecer o movimento segunda sem carne. 

2. Aumente seu consumo de frutas. As mesmas podem ser consumidas puras ou com cereais como aveia ou quinoa. Também podem ser batidas com vegetais ou com extratos (leites vegetais), como os de coco, aveia, amêndoa,  arroz ou soja.

3. Inclua castanhas, nozes e sementes em seu cardápio. São uma boa fonte proteica para lanches mas também podem fazer parte de saladas, vitaminas, podem ser adicionadas ao iogurte, às sopas...

4. Não esqueça das gorduras boas. Abacate, azeite, manteiga de amendoim, óleo de coco fornecem ácidos graxos essenciais ao organismo. Também reduzem a fome entre as refeições.

5. Teste novas receitas ou saia para conhecer um restaurante vegetariano. Assistindo vídeos do youtube, folheando livros ou comendo em locais com maior variedade de alimentos de origem vegetal você terá insights e aprenderá a preparar coisas deliciosas em casa.

Se quiser saber mais acesse meu curso online:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.