Polifenóis protegem o cérebro

Tudo no nosso corpo é influenciado pelo que comemos, inclusive o funcionamento de nosso cérebro. Os polifenóis são tipos de compostos bioativos das plantas que influenciam positivamente vários sistemas incluindo o cérebro.

Estudo realizado em 23 países mostrou que quanto maior o consumo de flavonóides (derivado de polifenol) e a demência. Quanto maior foi o consumo de flavonóides menores foram os prejuízos causados pela demência (Bekin & Vieira, 2010).

Os chás, por exemplo, são ricos em polifenóis com propriedades antioxidantes, capazes de reduzir a velocidade de envelhecimento do cérebro. Compostos do chá verde ativam diferentes áreas do cérebro (Borgwardt et al., 2012) e aumentam a chegada de sangue ao tecido (Wightman et al., 2012).

Outros polifenóis pressentes em vegetais protegem  contra o declínio cognitivo. Os polifenóis podem ser encontrados em diferentes tipos de alimentos e possuem outros efeitos interessantes:

Exemplos de polifenóis:

- Catequinas e epicatequinas: presentes no cacau, no chá verde e branco; atua como antiinflamatório, reduz a gordura abdominal, diminui o apetite, diminui a concentração de triglicerídeos plasmáticos, aumenta o gasto energético, aumenta  a fotoproteção da pele, previne o câncer de próstata e de boca. Só não vale adicionar leite ao chá já que proteínas do leite reduzem o poder antioxidante dos chás (Tewari et al., 2000; Oliveira et al., 2015).

- Curcumina: presente no açafrão e no curry (tempero indiano); atua na proteção vascular e cardíaca, é antiinflamatório. A suplementação parece prevenir o declínio cognitivo  (Rainey et al., 2016).

- Isoflavonas: presentes na soja; atuam modulando a tensão pré-menstrual e o metabolismo ósseo. Alimentos a base de soja como edamame, tofu e extrato de soja ("leite de soja") são consumidos largamente em todo o mundo, exercendo efeitos benéficos também no sistema  nervoso central. A melhoria na cognição (memória e aprendizagem) decorre da habilidade das isoflavonas em se ligarem em receptores estrogênicos (Casini et al., 2006).

- Hesperidina: presente na laranja e no limão; atua na redução do colesterol plasmático e na fragilidade capilar. A suplementação de hesperidina parece reduzir problemas cognitivos e depressivos (Antunes et al., 2016; Banji, Banji & Ch, 2014; Thenmozhi et al., 2016).

- Proantocianidinas: presentes no cacau de boa qualidade. O processo de fermentação e torra dos grãos de café alteram consideravelmente o perfil de polifenóis do produto final. As proantocianidinas podem melhorar o humor (Scholey & Owen, 2013), o funcionamento do cérebro (Brickman et al., 2014) e os processos cognitivos (Mastroiacovo et al., 2015).

- Quercitina: presente nas cebolas; atua como antiinflamatório e aumenta a biogênese mitocondrial. A melhoria da função mitocondrial parece ser um dos mecanismos capazes de melhorar a função cognitiva (Wang et al., 2014). Outro mecanismo é a redução do estresse oxidativo (Sriraksa et al., 2012).

- Resveratrol: presente no suco de uva integral, no vinho tinto, nas amora, no chocolate amargo, nas castanhas e sementes oleaginosas.  Aumenta a fotoproteção da pele, aumenta o gasto energético, reduz  a concentração de LDL-c ("colesterol ruim"). Estudo de Lindsay e colaboradores (2002) mostrou que o consumo moderado de vinho tinto reduz o risco de demência.

Se quiser conhecer mais sobre as propriedades dos alimentos faça o curso online Alimentos Funcionais. O mesmo é perfeito para os que querem aprender mais sobre as propriedades dos alimentos e o impacto dos mesmos na saúde e na prevenção de doenças.

Conheça mais sobre soja, tomate, berinjela, brócolis, mel, açafrão, chá verde, maçã, mirtilo, açaí, dentre tantos outros alimentos. Conversaremos também sobre nutrientes e não nutrientes que podem ser destacados nos rótulos dos alimentos por seu potencial benefício à saúde, incluindo ácidos graxos, carotenóides, fibras e probióticos.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!