Arsênico nos alimentos e produtos naturais

Um aditivo à base de arsênico (Roxarsone) utilizado na ração de frangos pode causar problemas a saúde dos humanos, de acordo com artigo publicado no último dia 9 na revista semanal da Sociedade americana de Química, a Chemical & Engineering News. Este aditivo é utilizado para promover o crescimento, matar parasitos e melhorar a pigmentação da carne. Em sua forma original, o roxarsone é relativamente benígno. Porém, sob certas condições anaeróbias, o composto é convertido em formas mais tóxicas do arsênico inorgânico.

O arsênico já foi ligado aos cânceres de bexiga, pulmão, pele, rins e cólon. Porém, a não exposição ao mineral pode levar à paralisia parcial e a diabetes. Daí a controvérsia. Muitos fabricantes já pararam de usar o composto, porém 70% dos frangos vendidos nos EUA são alimentados com dietas contendo roxarsone. Para complicar a questão, não se sabe as quantidades exatas de arsênico encontradas na carne de frango ou ingeridas pelos consumidores.

Fonte das notícias: http://www.sciencedaily.com/search/?keyword=nutrition

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!