Episódio 27 - Yoga e meditação são reconhecidos dentro da Política de Práticas Integrativas de Saúde

A portaria ministerial n.849 foi publicada hoje e inclui Yoga, Meditação e Ayurveda à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares.

O que são Práticas Integrativas e Complementares?

São um grupo de diversos sistemas de cuidado à saúde, diferentes daqueles tradicionais. A Organização Mundial da Saúde utiliza o termo Medicina Complementar e Alternativa para definir o conjunto de práticas e ações terapêuticas que não estão presentes na biomedicina. Na literatura, encontram-se diferentes denominações para as práticas terapêuticas, entretanto, no Brasil, usa-se a expressão práticas integrativas e complementares (PIC).

Essa denominação difundiu-se desde a aprovação da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), em 2006. Na época a política incluiu no conjunto de terapias a medicina tradicional chinesa (sobretudo, a acupuntura), a homeopatia, a antroposofia, a fitoterapia e  o termalismo social (crenoterapia). Hoje, passam integrar também este conjunto de práticas a arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

Sempre quis atuar de forma mais humanizada?

Para atuar no SUS você precisa ser profissional de saúde, de qualquer área, com formação complementar em práticas integrativas.

Que tal fazer o curso de Yoga?

São 12 meses de curso, totalmente online. Conheça mais clicando aqui.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.