O surgimento da obesidade

Leio coisas engraçadas na internet: "No paleolítico não havia obesidade"; "A culpa é da agricultura, parem de comer milho, batata e trigo". "A culpa é da indústria, voltem ao que os antepassados comiam". Mas que antepassados?

A obesidade possui múltiplas causas. A alimentação pode ser uma delas, assim como a inatividade física, a genética, os desequilíbrios hormonais, a renda, os hábitos familiares, as preferências, estresse (físico ou emocional), distúrbios do sono, uso de medicamentos, doenças... Somos complexos! Tão complexos, que culpar apenas a alimentação limita as oportunidades de identificação adequada de problemas e de soluções.

O problema não é apenas a dieta moderna, apesar dela ter seu papel sim. Mas como vemos na imagem da vênus de Villendorf, datada de mais de 24.000 anos, a obesidade existiu antes da indústria, dos salgadinhos, do refrigerante, da pizza e mesmo da agricultura.

Vênus de Villendorf. Datação: 24.000 a 27.000 anos de idade

Vênus de Villendorf. Datação: 24.000 a 27.000 anos de idade

Atribuir culpa a quem está acima do peso não ajuda ninguém a emagrecer. Rótulos não ajudam ninguém a perder peso. Julgamentos ("deve comer demais", "só deve comer porcaria", "como chegou a esse ponto?", "não tem amor próprio") também não beneficiam ninguém. Nem a simplificação. E quem é simples aqui?

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags