Pense magro e emagreça

Emagrecer não é um bicho de 7 cabeças. Se você já fez dieta sabe disso. Comeu menos, se exercitou mais e emagreceu. O problema é fazer isso dia após dia, semana após semana, mês após mês, ano após ano. A maioria desiste em algum momento e ganha todo o peso perdido novamente. Algumas coisas funcionam melhor, outras não. Em geral, dietas muito restritivas criam um tédio alimentar, uma sensação de frustração e privação que não costuma funcionar muito tempo. Tudo o que é proibido parece mais gostoso, certo? Seguem então algumas dicas para que você possa se manter na linha por mais tempo:

  1. Olhe pelo lado positivo. Emagrecer não resolverá todos os seus problemas mas pode melhorar muita coisa. Você terá um menor risco de doenças cardiovascularesdiabetes e certos tipos de câncer. Se sentirá mais disposto, terá mais fôlego, se cansará com menos facilidade, se sentirá melhor nas roupas, terá um menor risco de depressão.
  2. Não crie uma lista de alimentos proibidos. Você precisa se informar sobre nutrição pois alguns alimentos são mais prejudiciais à saúde. Mas se cortar tudo o que gosta acabará desistindo da dieta. Por outro lado, não foque só nas restrições, pense em tudo o que pode comer enquanto está de dieta, aprenda novas receitas, combinações, inspire-se.
  3. Pense como os magros. A comida domundo não vai acabar! Você não precisa de 3 potes de sorvetes, meio bolo, uma pizza inteira. Coma devagar e pare quando a fome for embora. Quando estiver com fome tem mais!
  4. Tome conta de você. A maior parte das pessoas diz que não tem tempo para nada. Claro, a vida é dividida em tantas partes (trabalho, estudo, família, casa, cachorro, amigos, repouso etc) que realmente sobram poucos minutos livres durante o dia. Mesmo assim, você precisa se priorizar porque se seu corpo e sua mente falharem todo o resto sofre. Coloque-se na agenda! 20 minutos para uma corrida ou musculação de alta intensidade 3 vezes por semana, 10 minutos para meditar etc. Faça de um jeito que faça sentido para você e que você possa cumprir. E na hora do seu compromisso com você largue tudo e vá se resolver. O ideal é que a atividade física seja o mais prazerosa possível para você. E se enjoar procure outra. Existem tantas (skate, basquete, futebol, dança, escalada, karatê, pilates, pole dance, surf, tênis, patinação…).
  5. Faça uma lista dos seus prazeres (praia, piscina, livro, música, cinema, amigos etc). Quando estiver entediado, chateado, inseguro, procure algo na lista e saia para se divertir. Aprenda a obter prazer fora da comida. Comida não devolve o amor que está faltando na vida de ninguém. Pelo contrário, só tende a piorar as coisas. Vá em busca de outra distração ou da verdadeira resolução para o seu problema.
  6. Não se recrimine. Saiu da dieta? Volte já na próxima refeição. Até nutricionistas comem doces, até cardiologistas comem frituras de vez em quando. A alimentação não é fonte de julgamentos e sim de prazer, de interações sociais. Não devemos trocar o dia todo o saudável pelo não saudável, mas de vez em quando vai querer comer um sanduíche, vai comer um salgadinho em uma festa, um refrigerante em um evento, um chopp com os amigos. Nada de mais e sem motivo para se martirizar. A vida é feita dessas coisas também.

Curso online:

Meus cursos sobre emagrecimento e alimentação consciente trabalham com práticas de yoga e práticas meditativas que apoiam escolhas alimentares saudáveis. Caso queira atuar nesta área dê uma olhada na formação internacional em práticas alternativas e complementares com ênfase em Yoga, Ayurveda e meditação. Novidade: estágio opcional em Portugal em 2018!

Source: https://www.udemy.com/emagrecimento-defini...
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!