Iodo é um método eficiente para a remoção de agrotóxicos dos alimentos?

O iodo é um mineral essencial à saúde. Participa da composição de dois hormônios da glândula tireóide (tiroxina e triiodotiroxina), exercendo influência sobre o crescimento, aprendizado e metabolismo energético.

A falta de iodo na gestação aumenta a chance de desenvolvimento de cretinismo no bebê, deficiência intelectual grave causada pelo hipotireoidismo congênito. É por isto que o sal no Brasil é obrigatoriamente iodado. Frutos do mar e algas também são boas fontes de iodo.

E nos vegetais, o iodo seria eficiente para a redução dos agrotóxicos? Essa é uma boa pergunta, há muita preocupação com a ingestão de pesticidas que são utilizados na agricultura para:

  • combate de ervas daninhas (herbicidas);
  • combate de pragas (inseticidas);
  • combate de fungos (fungicidas).

O excesso destes produtos pode trazer efeitos prejudiciais à saúde, aumentando o risco de câncer, alergias, contaminação por metais pesados, desequilíbrios hormonais e má formação fetal. Por isto, sempre que possível devemos optar por alimentos orgânicos. Quando não dá a higienização adequada dos vegetais é muito importante, para remover o máximo possível de sugidades, bactérias, parasitas e agrotóxicos. 

A internet recomenda uma série de métodos para a lavagem das frutas e verduras. Por exemplo, a Procter & Gamble recentemente se gabava de ter produzido o melhor produto para a lavagem das hortaliças. Diziam que era 98% mais eficaz do que a concorrência a na remoção de agrotóxicos. Porém, quando os pesquisadores levaram o produto para o laboratório o mesmo não foi melhor nem que a água da torneira. Apesar da empresa ter retirado o produto do mercado de vez em quando aparecem outros sendo vendidos.

Simplesmente lavar suas frutas e verduras em água já remove 10 e 80% dos pesticidas (se os mesmos estiverem dentro da quantidade padrão permitida pela legislação). Esfregue com uma esponjinha limpa. O uso de vinagre diluído em água não aumenta a eliminação de pesticidas. Para eliminação de bactérias o ideal é usar soluções de cloro, como a própria água sanitária sem perfume e com registro, por 15 minutos (1 colher de sopa/litro). Depois enxague em água corrente para desprender resíduos de terra, ovos de insetos e lagartas.

E o iodo?

iodo.jpg

Pesquisei, pesquisei e não encontrei nenhum artigo científico mostrando a efetividade do iodo para eliminação do agrotóxico dos alimentos. Apesar de possuir uma ação bactericida, de acordo com o Ministério da Saúde "Além de não haver dados científicos originados de análise laboratorial que confirmem a eficácia desta prática, é importante saber que o iodo possui ação oxidante". Deficiências podem causar vários problemas de saúde mas lembre: oxidação (perda de elétrons) aumenta o risco de mitocondriopatias, doenças da tireóide e doença de Alzheimer. Iodo de menos: faz mal. Iodo demais: faz mal. Toda prática precisa ser individualizada. Converse com seu nutricionista!

Por fim, consultei o Professor Cláudio Lima (Inspetor Saúde), especialista na área, que é da mesma opinião: não existem evidências de que o iodo seja a solução para o problema dos agrotóxicos nos vegetais.

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!