"Por que não consigo perder peso?"

Você sabe o que deve comer, o que não deve comer, já fez dietas antes, mas encontrou uma barreira e não perde peso? Existem várias causas para a dificuldade de emagrecimento como os desequilíbrios hormonais, o estresse emocional, o alto consumo de alimentos industrializados, o baixo gasto energético e a inflamação do intestino. Ao longo dos anos escrevi diversas vezes sobre estes temas aqui no blog. Hoje trago alguns outros fatores que dificultam a perda de peso:

a) você não está consumindo os nutrientes que seu corpo precisa

Dietas restritivas causam vários desequilíbrios no organismo, como a inibição da enzima da tireóide deiodinase 2, cuja principal função é converter o hormônio T4 (tiroxina) em T3 (triiodotironina), o qual é fundamental para a queima de gordura e para o emagrecimento. Quanto maior é a restrição de calorias e carboidratos na dieta menos T3 será produzido, o que desacelera o metabolismo e acaba com as chances de emagrecimento. E você já deve ter visto isto, gente que não come nada e também não emagrece nada! Para estimular a conversão de T4 em T3 aumente um pouco o consumo calórico, ingira carboidratos complexos (aveia, arroz integral, batata doce, frutas) e fontes de selênio, como a castanha do Brasil.

b) você faz atividade aeróbica e perde músculos

Muita gente quando quer emagrecer começa a correr, nadar, andar. Todos estes exercícios são ótimos e podem ser muito prazerosos. Contudo, durante o processo de emagrecimento não são suficientes para a manutenção da musculatura. E com menos músculos o corpo fica mais lento, menos eficiente em queimar gorduras. Converse com um educador físico sobre outras alternativas de exercício que garantirão a manutenção ou ganho de músculos. Lembre também de consumir proteínas adequadamente. As mesmas podem vir de alimentos de origem animal (carnes, peixes, ovos) ou vegetal (quinoa, cogumelos, leguminosas, castanhas). Peça a um nutricionista fazer o cálculo de um plano alimentar que favoreça a queima de gordura e o ganho de massa magra.

c) você se estressa demais, inclusive por estar de dieta

A mentalidade da dieta faz com que muita gente se estresse ainda mais. Com isso, os níveis de cortisol sobem, a compulsão alimentar aumenta e a perda de peso fica mais difícil. Relaxe, medite, aprenda estratégias de alimentação consciente e vá com mais calma para que consiga resultados duradouros.

d) você está sem apoio

Fazer dieta é difícil. Levantar do sofá para ir malhar depois de um dia cansativo de trabalho é difícil. Mas se você tem um ótimo sistema de apoio tudo anda mais fácil. Peça ajuda para parentes, cozinhe pratos saudáveis em família, marque de encontrar os amigos na academia ou no parque. Tracem objetivos conjuntos e incentivem uns aos outros.

e) seus objetivos estão distantes

Você quer emagrecer 40 kg? Talvez esta seja a razão do desespero. Parece tão longe! Tenha metas menores, realistas, atingíveis. Por exemplo:

  • Comer duas frutas ao dia durante toda a semana;
  • Beber 8 copos de água diariamente;
  • Encontrar com uma amiga na academia duas vezes por semana;
  • Cozinhar uma vez por semana e congelar pratos saudáveis para 7 dias.

f) você está comendo mais do que gasta

Você foi ao parque, correu por 40 minutos, suou loucamente e agora se sente exausto. A recompensa: sorvete, pizza, cerveja, pães, macarrão... Muita gente superestima o gasto calórico da atividade física. Creem que gastaram 1.000 kcal quando gastaram apenas 350. Acabam comendo mais do que gastaram pois sentem-se famintos e o peso não cai. Você pode usar um programa gratuito como o fitness pal para monitorar seu gasto e seu consumo calórico. Ou pode pedir a ajuda de um nutricionista.

g) você come sem prestar atenção

Um dia você corre, malha, come pouco. Nos outros? Nem tanto. A falta de consistência pode estar sabotando seus resultados. Também existem os clientes que mantém um ritmo ótimo durante a semana mas no final de semana colocam tudo a perder. Comer um bombom não vai estragar sua dieta, mas comer uma caixa vai. Tirar um dia de folga não vai te tirar do ritmo mas comparecer uma vez por semana à academia e depois folgar duas vai sim. Comer sem prestar atenção, em frente à TV, por exemplo, pode também sabotar sua dieta e dificultar muito a perda de peso.

Trabalho com consultorias, treinamentos e cursos online. Saiba mais aqui.

Para os que desejam emagrecer sugiro a consultoria ou a combinação dos seguintes cursos: autocoaching com os cursos de reprogramação emocional e alimentação consciente.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!