Melhoria da função mitocondrial na Síndrome de Down

Mitocôndrias são organelas (mini órgãos) presentes dentro das células e responsáveis pela produção de energia (ATP). São muito espertas, possuem DNA (material genético) próprio, capaz de organizar a produção enzimática e proteica necessária às suas funções.

Contudo, conforme envelhecem, as mitocôndrias sofrem, ficam mais vulneráveis ao ataque dos radicais livres e produzem menos energia (Guo et al., 2013). Na Síndrome de Down o envelhecimento acelera-se bastante a partir dos 40 anos (assista este vídeo). As mitocôndrias também degradam-se mais rápido e, desta forma, o cérebro sofre, com a falta de energia. O risco de Alzheimer também aumenta.

Vários nutrientes vem sendo estudados como formas de atrasar o envelhecimento mitocondrial, aumentar a produção energética, melhorar a função cognitiva. Entre eles destacam-se: carnitina, ácido lipóico, carnosina, resveratrol, coenzima Q10 e pirroloquinolina quinona (PQQ).

Além da alimentação adequada, um "estilo de vida antiinflamatório", associado a práticas de yoga e meditação tem se mostrado útil para a preservação das mitocôndrias (Tolahunase, Sagar & Dada, 2017).

Discutiremos mais sobre estas questões no grupo de estudos que continua nesta quinta-feira. Para inscrição entre em contato.

Acompanhe também meus vídeos no canal youtube.com/dicasdanutricionista

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!