Magnésio Dimalato: suplemento para o tratamento da fibromialgia

A fibromialgia é uma síndroma crônica caracterizada por queixas dolorosas neuromusculares difusas e pela presença de pontos dolorosos em várias regiões do corpo. Outras manifestações possíveis são a fadiga, as perturbações do sono e os distúrbios emocionais. Algumas pessoas também queixam-se de transtornos gastrointestinais. Acredita-se que 5 a 6% da população sofram com a doença.

O tratamento envolve o uso de medicamentos, psicoterapia, fisioterapia, atividade física e modificações na alimentação, com dieta baseada em vegetais e antiinflamatória. Alguns suplementos também podem ajudar no alívio da dor como o ômega-3, antioxidantes, coenzima Q10, 5-hidroxitriptofano (5-HTP), acetil-L-carnitina, colágeno hidrolisado, D-ribose, creatina, vitaminas do complexo B, magnésio dimalato, zinco e Metilsulfonilmetano (MSM).

O magnésio na forma dimalato vem sendo estudado neste sentido e é o tema do artigo de hoje. O magnésio é um mineral fundamental para diversas reações enzimáticas que desencadeiam o relaxamento muscular, a coagulação sanguínea e a produção de energia (ATP). Vegetais verde escuros (como espinafre, couve, acelga e coentro), sementes de abóbora, nozes e castanhas e leguminosas, como feijão e soja são boas fontes de magnésio.

A carência de magnésio aumenta o risco de doença cardíaca isquêmica, hipertensão, aterosclerose, osteoporose, diabetes, asma, infecções, deficiência de cálcio e vitamina K, fraqueza, dor e impotência.

Já o malato é um ácido orgânico encontrado em vegetais como maçã, melancia, cereja, uva, pêssego, lichia, brócolis e feijões. O ácido málico atua na geração de energia, previne o acúmulo de ácido lático durante o exercício e retarda a fadiga.

O magnésio dimalato é um suplemento composto de magnésio com 69% ácido málico de alta biodisponibilidade e absorção prolongada sem alteração da função intestinal. A associação de magnésio e ácido málico tem mostrado benefícios no tratamento da fibromialgia, por melhorar a produção de energia, possuir ação antiinflamatória, contribuir para a redução da dor, melhorar a qualidade do sono e o humor e aumentar o bem estar.

Para individualização e dosagens consulte um nutricionista funcional.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!