Gestantes obesas podem ter bebês biologicamente mais velhos

Nossa idade biológica está ligada ao tamanho dos telômeros, pequenas estruturas de DNA e proteínas localizadas nas extremidades dos cromossomos. Os telômeros se encolhem ao longo dos anos, conforme as células se dividem. Assim, a proteção dos cromossomos diminui. Telômeros mais curtos estão associados a doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e aterosclerose.

O comprimento dos telômeros ao nascer varia de pessoa para pessoa. Pesquisadores da Bélgica descobriram que gestante acima do peso podem dar a luz a bebês com telômeros 2,5 a 55,5% mais curtos (Martens et al., 2016). De acordo com Tim Nawrot os telômeros levam de 5 a 10 anos para decrescerem nesta proporção. A hipótese é que gestantes acima do peso, especialmente a obesa possuem um ambiente corporal mais inflamado e cheio de radicais livres, fatores que encurtam os telômeros.

Por isto, o ideal é que as mulheres programem-se para engravidar adotando hábitos saudáveis, como atividade física, descanso e alimentação balanceada. Para saber mais sobre os telômeros e como protegê-los assista o vídeo:

Neste site você encontra cursos sobre emagrecimento. Clique aqui ou busque na lista:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags