Suplementos de enzimas digestivas são ineficazes na doença celíaca

Muitos profissionais recomendam a suplementação de enzimas digestivas para pessoas com doença celíaca. O objetivo é auxiliar a digestão do glúten, proteína não digerida por portadores da doença ou por pessoas com algum grau de intolerância ao glúten. Contudo, pesquisa publicada por Janseen e colaboradores (2015) mostrou que tais enzimas são ineficazes para melhorar a quebra de tal proteína.

O problema é que tais enzimas não sobrevivem bem ao baixo pH do estômago e à ação da proteína pepsina. Desta forma, o único tratamento para a doença celíaca é a exclusão total do glúten da dieta. Assim, evitam-se respostas imunes exageradas no intestino delgado. 

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!