Quinoa, amaranto e abobrinha - um café da manhã diferente

Os nutricionistas sempre disseram que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. Bem, pelo menos os formados como eu, há quase 20 anos. Mas apesar de sempre ter ouvido isso eu estou entre as pessoas que nunca tiveram fome alguma pela manhã. E isso independe do que comi à noite. Se fiz um banguete não tenho fome pela manhã. Se não comi nada à noite também não tenho fome pela manhã. Coisas da individualidade bioquímica de cada um.

Mesmo assim, como sempre trabalhei ou estudei pela manhã acordava e comia algo antes de sair para não passar fome por volta das 10h que é quando eu realmente preciso comer. Eu costumava fazer uma refeição líquida,  simplesmente porque era mais fácil para mim do que comer. Ia tomando no carro uma das minhas vitaminas de tudo (leite de coco, soja ou proteína vegetal com as frutas e folhas que estivessem na geladeira). Mas desde janeiro de 2016 trabalho em casa e posso comer a hora que quiser. Com isso, minha rotina mudou bastante. Acordo entre 6h e 9h, faço yoga, olho e-mais e aí penso em comer. E os anos de vitamina acabaram ficando para trás. O que eu como agora? Depende do dia, da fome, do que tem na fruteira.

Mas há meses o mais frequente tem sido uma das opções:

  • Banana amassada com pasta de amendoim e aveia em flocos;
  • Panqueca de banana (leite de amêndoas, fermento, flocos de aveia, banana)
  • Iogurte de coco com castanhas e frutas.
  • Pudim de chia.
  • Torrada com guacamole;
  • Batata doce com cogumelos;
  • Tofu mexido com legumes;
  • Quinoa com vegetais (hoje foi com abobrinha);
  • Pão integral com hummus de grão de bico.

Tudo vegano. Apesar de ser ovo-lacto-vegetariana há anos a maior parte de minhas refeições é baseada em vegetais. Agora, estou em um desafio vegano de 1 mês. No vídeo de ontem falei um pouquinho sobre como foi a primeira semana. Se ainda não assistiu confira no youtube.com/dicasdanutricionista

Você também está neste processo? Como está sendo? Se precisar de ajuda conte comigo. Preencha o formulário de consultoria clicando neste link ou Quer aprender mais? Inscreva-se no curso online

Pulando para outro assunto, agora que estou me preparando para mudar novamente estou colocando minhas leituras em dia. Estava cheia de livros empilhados na fila de leitura. Fora os livros de nutrição e ayurveda adoro romances mas estava sem tempo.

Mas finalmente consegui ler o livro Americanah da autora Nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie. O romance venceu o National Book Critics Circle Award e está na lista dos grandes livros recomendados pela NY Times Book Review. E realmente vale a pena. É um lindo romance sobre a história de uma jovem Nigeriana nos Estados Unidos. Fala de raça, preconceito, estranhamentos com a cultura de forma inteligente e leve. Recomendo demais. Definitivamente um dos melhores livros que li este ano. 

Acompanhe também meus vídeos no canal youtube.com/dicasdanutricionista

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!