Benefícios da abóbora

Adoro sopa de abóbora com leite de coco e gengibre. Adoro abóbora assada. Abóbora cozida. O pessoal de casa não compartilha tão grande amor pela abóbora mas comem mesmo assim. E você, come? Recomendo! A abóbora é rica em carotenóides, luteína e zeaxantina, pigmentos antioxidantes que reduzem o risco de doenças inflamatórias, glaucoma, câncer de pele, mama, pulmões e próstata. Também é fonte de vitamina C nutriente com propriedades antiinflamatórias e essencial para a imunidade.

Quando se fala em alimento rica em potássio se pensa logo na banana. Mas a abóbora também é riquíssima neste mineral que ajuda no controle da pressão arterial e previne caibras. Não menos importante a abóbora também é rica em fibras, compostos essenciais para a saúde do intestino, o controle da glicemia e lipidemia. De fato, alimentos ricos em fibras contribuem para a redução do risco de síndrome metabólica, diabetes e doenças cardiovasculares. squash both raw and cooked to maximize its nutritional content.

1 xícara de abóbora assada contém cerca de:

  • 115 Kcal
  • 29,9 g de carboidratos
  • 2,3 g de proteínas
  • 0,3 g de gordura
  • 9 g de fibras
  • 22,1 mg de vitamina C (37% do valor diário recomendado)
  • 896 mg de potássio (26% do valor diário recomendado)
  • 0,5 mg de manganês (25% do valor diário recomendado)
  • 0,3 mg de tiamina (23% do valor diário recomendado)
  • 88,2 mg de magnésio (22% do valor diário recomendado)
  • 0,4 mg de vitamina B6 (20% do valor diário recomendado)
  • 877 UI de vitamina A (18% do valor diário recomendado)
  • 1,9 mg de ferro (11% do valor diário recomendado)
  • 38,9 mcg de vitamina B9 (10% do valor diário recomendado)
  • 1,8 mg de niacina (9% do valor diário recomendado)
  • 90,2 mg de cálcio (9% do valor diário recomendado)
  • 92,2 mg de fósforo (9% do valor diário recomendado)
  • 0,2 mg de cobre (9% do valor diário recomendado)

Quer mais vantagens? A abóbora é um alimento barato, facilmente encontrado durante todo o ano no Brasil e muito versátil. Dá para fazer patê, chips, risoto, escondidinho... E você ainda pode assar e comer as sementes no lanche. São ricas em magnésio, potássio, aminoácidos e fitoesteróis antioxidantes. 

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.