Trocando tudo por uma vida mais simples e plena

Há anos venho tentando simplificar minha vida, dando pequenos passos, reduzindo o número de bugingangas em casa, doando as roupas e sapatos há tempos sem uso, comprando menos coisas. Mesmo assim, ainda sentia-me estressada e sobrecarregada, principalmente com as atividades do dia-a-dia. Não tem jeito, acho que em vários momentos da vida a única saída é recomeçar.

Então, ao concluir meu pós-doutorado, em janeiro deste ano, decidi não buscar emprego, não aceitar propostas de trabalho, não me deixar levar pela tentação de cair em projetos mirabolantes. Recomeçar é necessário mas não necessariamente fácil. Após estudar tanto, optei por trabalhar em casa, mesmo ganhando menos do que antes. Hoje estão fazendo 5 meses que desenvolvo e pesquiso apenas o que me interessa. Trabalho apenas em projetos próprios, próximos ao meu coração.

Dessa decisão surgiram novas possibilidades. Existem dias difíceis mas este é um recomeço, sem arrependimentos. O que posso dizer deste período é que minha vida ficou mais flexível, mais interessante. Troquei chefes e dinheiro por felicidade, por tranquilidade. Não pego trânsito, acordo e durmo na hora que meu corpo pede.

Trabalho com os projetos que me encantam, me livrei das burocracias institucionais. Hoje tenho tempo para colocar minha atenção nas coisas que são mais valiosas em minha vida: minha família e meus amigos. Rio mais, reclamo menos. Tenho tempo para refletir, tenho tempo para respirar. E isso é muito importante pois recomeçar exige uma mudança de postura, exige a saída da zona de conforto. Ao mesmo tempo posso me olhar de perto e com calma. Trabalho mais nos dias que estou motivada. Respiro mais nos dias que estou estressada. A simplificação da vida me permitiu mais tempo para ler, mais tempo para estudar o que gosto, mais tempo para trabalhar no que faz sentido e me dá prazer, mais tempo para a família, mais tempo para ajudar os outros. Meu foco e minha produtividade aumentaram, fiquei menos distraída, tenho mais energia. 

Mas foram anos até chegar aqui. Há 13 anos meu cardiologista me disse que se eu não desacelerasse precisaria colocar um marcapasso cardíaco, tão severas eram minhas arritimias. De lá para cá tive momentos estressantes mas tracei um plano. Recomeçar exige propósito, por isto fui construindo um roteiro que me permitiu chegar a 2017 com uma rotina diferente e que está me fazendo super bem. Neste processo, várias coisas foram convergindo em minha vida. Reencontrei o yoga, conheci o Ayurveda, medicina que hoje sigo e ensino.

De acordo com o Ayurveda nossa felicidade é alcançada quando estamos em equilíbrio. E este equilíbrio depende das escolhas que fazemos diariamente. Como as rodas de uma bicicleta, nossa vida precisa de estrutura. Se um dos aros da roda da bicicleta se soltar ela ficará meio instável, meio bamba. Em nossa vida, os aros são nossa saúde física, nossa saúde emocional, nossa saúde amorosa, nossa aceitação em relação as coisas que já passaram, a saúde ambiental, a saúde profissional e a saúde financeira. O Ayurveda ensina um conjunto de estratégias para que a vida se harmonize em todas estas áreas. 

De um ponto de vista ocidental, as técnicas de coaching buscam algo parecido, responsabilizando cada um pela própria vida. Você está vivendo a vida que você quer? Esta é uma pergunta muito importante. Se deixamos a vida simplesmente nos levar, podemos chegar onde não desejamos. Quando deixamos para depois o que precisamos fazer hoje para sermos felizes nos autossabotamos. Não se sabote!

Em 2018 me mudarei novamente de país. Mais uma vez, vou novamente reduzir meus pertences ao mínimo e sair em busca de autoconhecimento e plenitude. Os próximos 6 meses serão dedicados a reestruturações, encontros e despedidas. Apesar do medo que toda mudança traz, a proposta de hoje é a de estar focada no presente, remoendo menos sobre o passado fantasiando menos ainda sobre o futuro. Assim, pretendo liberar espaço para a prática diária de Yoga, para dormir mais cedo, para namorar mais, para andar no parque, para trabalhar em meus cursos e para fazer coisas que realmente acrescentam ao mundo.

Eu mudei a tempo de salvar meu coração. Você tem prestado atenção às suas necessidades? Suas atividades estão de acordo com elas e com seus valores? Ainda dá tempo de salvar seu coração também!

Trabalho com consultorias, treinamentos e cursos online. Saiba mais aqui.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!