Alimentação para o controle da herpes

Herpes é uma doença infecto-contagiosa causada pelo Herpes vírus simples. Caracteriza-se pela presença de feridas e erupções, principalmente na região genital e labial.

O vírus é transmitido por meio do contato direto com lesões infectadas de outras pessoas. O vírus permanecerá alojado e se manifestará durante situações como a queda da imunidade, estresse, gripe, infecções, febre. 

Algumas pesquisas apontam uma relação entre a alimentação e a frequência e duração dos surtos de herpes. O consumo excessivo do aminoácido arginina, presente em carnes aumentam os surtos da doença.

A lisina (presente nos feijões, grão de bico, lentilha, ervilha), diferentemente da arginina, está associada à redução das feridas do herpes. Este aminoácido tem efeito significativo sobre a diminuição da replicação do vírus, pois contribui para a produção de enzimas, anticorpos e hormônios, os quais aumentam a imunidade e ajudam a combater a doença.

Outros alimentos ricos em arginina (reduzir):

  • gergelim
  • Soja
  • gelatina
  • Amendoim
  • semente de abóbora
  • semente de girassol
  • clara de ovo
  • tremoço (feijão lupin)
  • tofu
  • castanhas
  • porco
  • pinhão
  • germe de trigo
  • carne vermelha
  • crustáceos (carangueijo) e moluscos
  • polvo
  • carneiro
  • ervilha
  • peru
  • vitela
  • avestruz
  • cordeiro
  • germe de trigo
  • chocolate
  • semente de tomate
  • milho
  • coco
  • aveia

A dieta deve ser apropriada para o sistema imunológico, rica em vitaminas e minerais presentes nas frutas e vegetais. Opte também por fontes adequadas de ômega-3 (peixes, linhaça, chia) e mantenha o intestino saudável. Um intestino que funciona mal compromente o sistema imunológico. Avalie a presença de disbiose intestinal com um nutricionista e, se necessário, recorra à suplementação de probióticos. Fora isso, pratique yoga ou medite para combater o estresse.

Aumente o consumo de  alimentos ricos em:

  • lisina: peixes, laticínios
  • ômega-3: peixes, óleo de peixe
  • probióticos: iogurtes, leite fermentado, suplemento
  • vitamina C: frutas cítricas, folhosos
  • carotenóides: frutas e vegetais alaranjados e avermelhados
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!