Como acabar com o vício por chocolate?

beat-chocolate-addiction_2.jpg

O chocolate está na lista de alimentos favoritos de muita gente. E não é para menos: seu consumo aumenta a liberação de endorfinas cerebrais, as quais geram sentimentos de euforia e saciedade e relaxamento.

Ao mesmo tempo o chocolate é um alimento calórico e cafeína, gerando um acréscimo de energia, capaz de aumentar o rendimento físico e mental. Fora isso, o cacau é fonte em flavonóides antioxidantes que protegem o coração

O problema é que muitas marcas de chocolate são altamente processadas e adicionadas de gorduras ruins e uma quantidade exorbitante de açúcares simples. Por isto, quem está precisando controlar a glicemia (quantidade de açúcar no sangue) ou o peso, não deve abusar. 

Do ponto de vista da medicina ayurvédica, o cacau é um alimento quente, amargo e de difícil digestão. Por isto, dependendo da sua constituição energética, essas qualidades podem ser prejudiciais, causando calor, irritação nos olhos, azia, náuseas, nervosismo, hiperatividade ou letargia. De forma geral, a dependência do sabor doce, para qualquer pessoa, não é legal. 

A dependência pode comprometer sua vida em muitos aspectos:

  • sendo uma fonte constante de calorias em excesso;
  • aumentando seu colesterol;
  • aumentando o ganho de peso;
  • causando picos de açúcar no sangue;
  • desequilibrando sua glicemia;
  • prejudicando sua pele;
  • provocando reações alérgicas;
  • drenando suas reservas financeiras.

Um primeiro passo é identificar a causa do consumo excessivo de chocolates. Pode ser tédio, fome, ansiedade, depressão, dieta inadequada, sensação de falta de energia, carência emocional, lembranças positivas e prazerosas com o consumo de chocolates.

Para vencer a compulsão por chocolate sua dieta precisa ser nutritiva. Se o seu corpo estiver carente em vitaminas, minerais ou energia, a compulsão fica mais frequente. Por isto, aumente o consumo de frutas, verduras, cereais integrais, peixes e castanhas. 

Limite o seu consumo de chocolate. Ao invés de comprar uma caixa ou uma barra grande, adquira apenas uma pequena porção, como um bombom. Você também pode substituir o chocolate pela alfarroba, alimento com sabor, textura e aspecto de chocolate, porém livre de leite, glúten e com bem menos açúcar de adição.

Evite ir aos locais onde normalmente compra chocolates e use seu tempo para outras atividades igualmente prazerosas como ouvir música, dançar, encontrar amigos, ir ao cinema. Se precisar busque a ajuda psicoterápico para lidar com outras questões que estejam te levando a ingerir guloseimas em excesso.

O dr. Deepak Chopra, especialista em medicina Ayurvédica recomenda ainda:

  • Evite comidas adocicadas isoladamente. Uma dose de açúcar aumenta a vontade de uma porção extra, além de ter efeitos drásticos sobre a insulina e os níveis de açúcar no sangue. Espere até o almoço ou jantar, quando os outros grupos de alimentos podem amenizar os efeitos do açúcar;
  • Tente se desligar do açúcar. Para beliscar, fatie uma maçã ou uma fruta qualquer e polvilhe com canela;
  • Não utilize adoçantes artificiais pois o sabor doce dos edulcorantes também altera a bioquímica do corpo e aumenta a compulsão alimentar;
  • Espere 10 minutos antes de pedir uma sobremesa em um restaurante. Tome uma xícara de chá ou se distraia conversando. Muitas vezes a vontade de comer o doce passa;
  • Reduz a ansiedade pois ela é um meio caminho andado para a compulsão por doces. Pare, feche os olhos e foque na respiração. Outra estratégia é a prática de yoga, filosofia que oferece um conjunto de ferramentas psicofísicas capazes de equilibrar o organismo.

Curso online: meditação e yoga no tratamento da compulsão alimentar

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!