Chá verde na redução do risco de câncer e na neuroproteção: papeis e cuidados

Por várias vezes relatei aqui no blog estudos que associam o consumo de chá verde a uma série de benefícios à saúde. O consumo de apenas uma xícara de chá ao dia já reduz o risco de câncer, sendo que pessoas que consomem maiores quantidades estão mais protegidas (Zhang et al., 2015). O chá verde (e outros chás produzidos a partir da planta camellia sinensis) contém substâncias que levam ao aumento de antioxidantes no corpo (Benzie et al., 1999; Narotzki et al., 2015), à redução de danos ao DNA (Hakim et al., 2003; Pal et al., 2012), protege o cérebro contra o estresse oxidativo (Chen et al., 2016; Pinto et al., 2015), previne o câncer (Li et al., 1999), ou sua recorrência (Shimizu et al., 2008). A combinação das catequinas e da cafeína da camellia sinensis também promovem um efeito termogênico, contribuindo para o controle do peso corporal (Dullo et al., 2000).

Apesar dos benefícios os polifenóis do chá verde, os mesmos podem quelar metais, como o manganês, reduzindo a absorção intestinal e contribuindo para carências nutricionais. Por isto, recomenda-se que chás ou suplementos com compostos fenólicos dos chás sejam consumidos fora do horário de refeições. Como os chás derivados da camellia sinensis são ricos em cafeína, podendo atrapalhar o sono ou agitar pessoas mais sensíveis, o consumo não deve ser exagerado. Ademais, gestantes e lactantes não devem abusar da cafeína já que esta aumenta o risco de restrições no crescimento intrauterino, assim como de nascimentos prematuros (Care Study Group, 2008).

A indústria tem se esforçado na produção de compostos ricos nas catequinas da camellia sinensis porém livres de cafeína. A epigalocatequina galato do (EGCG) do chá verde tem uma ação antioxidante 25 a 100 vezes mais poderosa que a das vitaminas C e E. Mesmo assim, o uso por crianças, gestantes e lactantes deve ser acompanhado por nutricionistas e médicos. 

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.