Benefícios dos chás na saúde da mulher

teaShot-IMSU-495x570.png

No vídeo de ontem falei sobre o estudo de Ek e colaboradores (2017) que mostrou que mulheres que bebem mais chás possuem menos estrogênio circulando pela corrente sanguínea. O estrogênio é um fator de risco para o câncer de mama.

Os chás derivados da planta Camellia sinensis (chá verde, chá mate, chá preto, chá oolong) são bastante estudados. Seus flavonóides, particularmente o EGCG, possuem atividade antiinflamatória reduzindo o risco de câncer, doenças arteriais, Parkinson e Alzheimer.

Para quem não consome chás com cafeína existe a opção dos chás de ervas que também são ricos em antioxidantes reduzindo o risco de diabetes, de doenças nos rins, melhorando o funcionamento do sistema imunológico e retardando problemas relacionados ao envelhecimento. Um dos motivos é que os chás parecem proteger os telômeros, partes de material genético que protegem o DNA.

Os chás de ervas são também uma boa opção para manter o corpo bem hidratado. A adequada hidratação melhora o humor, a vitalidade e a aparência da pele. Apesar dos chás não serem uma panacea capaz de curar qualquer coisa, são uma boa forma de incorporar substâncias protetoras à dieta.

Mulheres que consomem chás também costumam ter ossos mais fortes e menos fraturas de quadril. Os chás parecem prevenir a perda de massa óssea inclusive após a menopausa. Por isso, se ainda não sabe tomar chá tente aprender. Deixo aqui algumas opções:

  • Maracujá com gengibre (melhora funcionamento intestinal);
  • Chá de casca de jaboticaba (antioxidante e anticancerígeno)
  • Chá de camomila, folha de maracujá e mulungu (relaxamento);
  • Carqueja com gengibre (reduz inchaço);
  • Espinheira-santa (bom para dor de cabeça);
  • Chá verde com gengibre e limão (vasodilatação e redução da pressão arterial);
  • Hibiscus (diurético e antioxidante);
  • Hortelã (antifúngico);
  • Chá preto, chá mate (termogênico e estimulante);
  • Erva doce (melhoria da digestão);
  • Capim cidreira (reduz cólicas e gases).

Folhas e flores devem ser colocadas em uma xícara com água quente e abafadas por 5 a 10 minutos. Cascas, raízes e especiarias devem ser colocadas na panela com água fria. Acenda o fogo e deixe ferver. Depois mantenha no fogo baixo por mais 10 minutos. Qual é seu chá favorito?

Deixe seu comentário.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags