Mindful eating - alimentação consciente

A alimentação consciente não trabalha com pirâmides de alimentos, não trabalha com contagem de calorias, não trabalha com tabelas nutricionais. Está voltada às experiências alimentares de cada um, momento a momento. Como sua experiência é única você é o expert. E pode fazer muito para melhorar a própria alimentação, comendo com mais atenção, substituindo a crítica ao prazer, deixando a ansiedade de lado e olhando o alimento de forma diferente, curiosa, investigativa.

Você já sentou em frente à TV e comeu um pacote inteiro de biscoitos sem nem perceber? Isso acontece quando não estamos prestando atenção. Comemos sem saber o gosto, o cheiro, sem prestar atenção aos sinais de fome e saciedade. Ao comer todo o pacote podemos sentir culpa, remorso, podemos dizer: "agora não vou poder jantar, já comi demais". E com isso estabelecemos uma relação com o alimento nada saudável, nada prazerosa.

Estudos mostram que quem não presta atenção ao ato de comer tem maior tendência a comer mais e a ganhar mais peso, o que ainda aumenta o risco de doenças cardiovasculares e diabetes.

Mas o que acontece se resolvemos comer com mais consciência? Isso pode significar uma melhor escolha dos alimentos, mas pode também significar comer prestando mais atenção. Por exemplo, e se ao invés de levar o pacote de biscoito inteiro para o sofá você pegar um prato bonito, colocar quatro biscoitos e se sentar à mesa? Você poderia apreciá-los mais, observando seu formato, observando seu cheiro, prestando atenção às suas emoções (está estressado/cansado/feliz/triste/carente?), ao seu estômago (está rugindo de fome ou está tranquilo?). E se pegar o biscoito e antes de colocá-lo na boca você der mais uma observada (nas cores, texturas...). E se der uma pequena mordida e tentar sentir se a língua percebe diferentes sabores em suas diferentes partes (na frente, atrás, de um lado e de outro?).

E se você deixar o biscoito se dissolver ao invés de comer rapidamente? E se puder contemplar? De onde veio o biscoito? Quem plantou o trigo, a cana de açúcar, onde está a fábrica, que pessoas estiverem envolvidas no processo (agricultura, transporte, manufaturação, venda... ). 

Com pequenas pausas entre cada biscoito você observará que estará se sentindo muito mais satisfeito, curtiu muito mais o momento, apreciou mais o alimento e não precisou devorar o pacote inteiro. Pode observar que agora não tem fome e sim sede. Ou você pode checar com seu corpo e ver que ele está pedindo uma laranja e não mais biscoitos...

Mindful eating ou alimentação consciente é uma forma de descobrir novamente os prazeres da mesa ao mesmo tempo uma forma mais saudável de se relacionar com o alimento. Antes de comer pergunte-se: (1) Estou com fome? (2) como sei que estou com fome? (3) estou com fome de quê? (4) que características tem este alimento (odor, temperatura, textura, sabor...).

Estas perguntas simples nos ajudam muito! Quando não prestamos atenção o alimento não é tão prazeroso, comemos mais do que nosso corpo pede ou comemos alimentos prejudiciais à ele (pois não prestamos atenção nas reações negativas que também podem surgir). 

Lembre-se: fome da alma nenhuma comida acalma! Perceba-se!

Para contratar cursos nesta área em sua empresa entre em contato utilizando o formulário abaixo.

Quer saber mais sobre este assunto? Aproveite o desconto de lançamento do curso online "Alimentação consciente" clicando aqui.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.