Suplementação nas ataxias

Ataxias cursam com perda do controle muscular durante movimentos voluntários, como andar ou pegar objetos. Pessoas com ataxia têm problemas com a coordenação, uma vez que partes do sistema nervoso que controlam o movimento e equilíbrio são afetados.

As ataxias podem ser hereditárias ou adquiridas:

  • Hereditárias: conjunto de doenças  geneticamente determinadas. 
  • Adquiridas: não têm um componente genético envolvido, podendo ser causadas por abuso de álcool ou drogas, intoxicação por metais pesados (chumbo/cádmio/mercúrio/arsênico) ou por disfunções do sistema neuroimunológico, como a esclerose múltipla. Outras condições incluem  traumatismo craniano, AVC, ataque isquêmico transitório, paralisia cerebral, catapora, tumores, reações tóxicas a medicamentos, deficiência de vitamina E ou vitamina B12, alergia ao glúten.

Tratamento:

  O primeiro passo é procurar ajuda médica. Neurologistas podem fazer o diagnóstico das ataxias, basendo-se em um conjunto de sintomas e/ou exames genéticos.  Ainda não existe um tratamento específico para as ataxias, mas os pacientes beneficiam-se de um conjunto de medidas que podem incluir prescrição farmacológica (como no caso de disfunções do cerebelo), prescrição de suplementos (Vitaminas E e B12, coenzima Q10, 5-HTP, zinco), terapia ocupacional, fisioterapia e atividade física para fortalecimento da musculatura e yoga, para melhoria do equilíbrio.  

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!