Doença, desordem e síndrome - Qual é a diferença?

Apesar de ouvirmos esses termos frequentemente os trocamos com facilidade. Segue um esclarecimento:

Uma doença resulta de uma resposta patofisiológica à fatores internos ou externos. Pode causar sintomas físicos e emocionais, que são utilizados pelos profissionais de saúde para compor o diagnóstico e tomar decisões sobre o tratamento adequado. Exemplos de doenças incluem candidíase, câncer de mama, câncer de próstata e acidente vascular cerebral. A doença tem causa conhecida, 

Uma desordem descreve uma ruptura das funções normais do corpo, em decorrência de uma doença. Por exemplo, a arritmia é uma desordem decorrente de doença cardiovascular. As desordens podem ser físicas, mentais, genéticas, emocionais, comportamentais ou estruturais.

Uma síndrome é uma coleção de sinais e sintomas que caracterizam uma condição particular. A síndrome de Down é uma desordem genética caracterizada por uma cópia extra do cromossomo 21, que resultam em uma combinação de características, presentes ao nascimento. Não existe uma causa única para a síndrome e sim um conjunto de fatores, como idade materna, translocações genéticas, distúrbios de metilação (James et al., 1999).

Em alguns casos, uma síndrome pode ser causada por doenças ou condições médicas. Por exemplo, recentemente foram identificados casos de síndrome de Gillain-Barré em pacientes infectados por vírus, possivelmente inclusive o Zika (Portal G1).

Meu curso completo sobre alimentação e suplementação na Síndrome de Down está disponível no Udemy. Clique aqui para acessar.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!