Uso de ervas deve ser suspenso antes de cirurgias

A literatura traz relatos frequentes de pacientes que apresentam efeitos colaterais adversos, mesmo após procedimentos cirúrgicos bem sucedidos. Reações a anestesias e medicamentos são bem relatados. E existem também os efeitos indesejáveis, como sangramento excessivo, com o uso de suplementos, como o ômega-3.

A sociedade americana de anestesiologistas recomenda que todos os pacientes cirúrgicos suspendam medicamentos ou suplementos a base de ervas 2 semanas antes de cirurgias. Além disso, converse com o seu médico e anestesista sobre o uso de qualquer medicação, suplemento e até chás que esteja tomando.

Lahiri (2014) cita alguns suplementos a base de ervas e seus possíveis efeitos colaterais após cirurgias:

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags ,