A lógica da alimentação consciente

Você já comeu o último biscoito ou batata frita do saco mesmo que ele não estivesse mais crocante? Não é o único. Muita gente continua comendo mesmo que o alimento não esteja mais gostoso, só parando de comer quando a comida acaba. 

pipoca.001.jpeg

Um estudo clássico nesta área foi feito pela equipe do laboratório de alimentos da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos. Oferecerem pipoca de graça para pessoas em um cinema. Só que a pipoca estava velha, havia sido preparada dias antes. As pessoas entraram na sala do cinema com a pipoca. Metade dos participantes receberam um balde médio de pipoca, a outra metade um balde grande. Todos acharam a pipoca velha horrível. Colocaram o balde no chão. Mas logo depois pegavam de volta e comiam mais um pouco. Achavam horrível. Devolviam ao chão. E uns momentos depois pegavam de volta e experimentavam mais algumas. Achavam horrível... E isso se repetia várias vezes. Ao final, todos haviam comido muito mais do que deveriam ou queriam. Afinal, a pipoca não estava saborosa e nem com a textura boa. E o pior: as pessoas que receberam o alimento no maior recipiente consumiram 45,3% mais pipoca do que os demais. 

A lição para levar para casa é: saboreie os alimentos que gosta com moderação. Dieta não é para todo mundo. Aliás, quem tem uma relação de amor com o alimento come (e gosta) de tudo: salada, salmão, frutas; mas também de pizza, chocolate, vinho... Fazer dieta? É como os gourmets dizem: "diet is to die with a t on the end". Ou seja, fazer dieta (diet) é morrer (die) com a letra t no final. A ideia da alimentação consciente é comer com prazer. Mas ao invés de comprar uma barra de chocolate, compre um bombom. Ao invés de ir para um rodízio de pizza, peça uma fatia, ao invés de fazer um mega balde de pipoca, faça uma xícara. Saboreie, liberte-se da mentalidade de dieta e seja feliz com sua comida!

Wansink & Kim (2005). Bad popcorn in big buckets: portion size can influence intake as much as taste. J Nutr Educ Behav. Sep-Oct;37(5):242-5.

Meus cursos sobre emagrecimento e alimentação consciente trabalham com práticas de yoga e práticas meditativas que apoiam escolhas alimentares saudáveis. Caso queira atuar nesta área dê uma olhada na formação internacional em práticas alternativas e complementares com ênfase em Yoga, Ayurveda e meditação. Novidade: estágio opcional em Portugal em 2018!

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!