Hipertensos devem evitar o consumo de alimentos do tipo fast food

Os alimentos processados e ultraprocessados fazem parte da dieta habitual de muitos brasileiros. Estes alimentos em geral não se parecem com os encontrados naturalmente na natureza pois são beneficiados com altas quantidades de gordura, farinha, açúcar ou sódio. O objetivo é fazer com que durem mais, tenham ótima textura e sabor. Contudo, estes alimentos estão associados à uma série de doenças. Por exemplo, alimentos rápidos, congelados ou encontrados em diversas lanchonetes costumam ser mais calóricos e desprovidos de vitaminas, minerais e fitoquímicos. Um sanduíche pode fornecer 1/5 da recomendação diária de sódio. Além disso, refrigerantes, batata frita, nuggets e outros alimentos normalmente comercializados junto aos sanduíches também fornecem grandes quantidades deste nutriente, capaz de elevar a pressão arterial da maioria das pessoas. Huuuum, um melhor título para este post seria "Todos devem evitar o consumo de alimentos do tipo fast food", já que a hipertensão aumenta o risco de derrame cerebral, atrofia do coração, arritmia cardíaca, infarto do miocárdio e problemas renais. São também fatores de risco para o aumento da pressão: tabagismo, etilismo, obesidade, estresse, dislipidemias, sedentarismo, diabetes, envelhecimento e sono inadequado ou insuficiente. - Saiba aqui que alimentos evitar.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.