Por quê envelhecemos?

Não sabemos porque envelhecemos, mas os cientistas possuem várias hipóteses para este processo fisiológico. As mesmas consideram fatores como a programação genética das células, o estilo de vida e os acúmulos de danos ao DNA (principalmente induzidos pelo excesso de radicais livres).

Geneticistas já sabem hoje que a desmetilação (perda do grupamento metil ou CH3), leva à expressão exagerada do gene miR-34a em todas as células, acelerando o envelhecimento das mesmas. Porém, parecem existir muitos outros genes específicos em cada tecido que passam pelo mesmo processo. Este é um dos focos atuais das pesquisas epigenéticas. Um dos problemas relatados pelos scientists, para o avanço da área é a dificuldade de acesso a material humano fresco, incluindo tecidos saudáveis, pele e sangue. Por isto, a maior parte dos estudos ainda é feita com animais.

Apesar de não podermos mudar a nossa genética, temos algum controle sobre o ambiente e podemos optar por praticar atividade física moderada, não fumar, não consumir drogas ilícitas, diminuir o consumo de álcool e açúcar, buscar manter um peso saudável e incluir na dieta alimentos que fornecem nutrientes (ácido fólico, vitaminas B12, B5 e B6, colina, serina, selênio, zinco, polifenóis, metionina, fibras, betaína e magnésio) capazes de metilar adequadamente nosso DNA, reduzindo a velocidade do envelhecimento e o aparecimento de doenças como o câncer. Abaixo, seguem fontes de nutrientes importantes:

• Betaína: farelo de trigo, gérmen de tripo, espinafre cozido, beterraba, camarão

• Colina: ovo, gérmen de trigo, farelo de trigo, semente de mostarda, soja, farelo de aveia

• Fibras: cereais integrais, frutas e vegetais, algas marinhas

• Folato: vegetais folhos verde escuro, levedo de cerveja, semente de girassol, feijão

• Genisteína: soja, leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico)

• Metionina: carne vemelha, leguminosas, oleaginosas, espinafre, milho, alho

• Polifenóis: frutas e vegetais

• Selênio: oleaginosas (nozes e castanhas)

• Vitamina A: cenoura, tomate, mamão, batata doce, manga, espinafre, brócolis, melão

• Vitamina B6: cereais integrais, oleaginosas, banana, salmão, frango, batata, camarão

• Vitamina B12: carnes, frutos do mar, algas marinhas

• Zinco: ostras, carnes vermelhas, cereais integrais e oleaginosas

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!