Um tomate diferente

Estudo publicado ontem no Current Biology mostra pesquisa de engenharia genética em que genes de ervas foram introduzidos no tomate afim de criar um produto com maior quantidade de antioxidantes e antocianinas. O resultado foi um produto com uma cor mais forte (semelhante à da berinjela), melhor sabor e maior resistência contra fungos.

Apesar de estranho de se olhar, os pesquisadores garantem que o maior teor de antocianinas e a maior durabilidade são benefícios importantes. Estudos subsequentes testarão a eficácia do consumo para a saúde, o que deve levar mais 12 meses e a aprovação para consumo deverá levar cerca de 24 meses, de acordo com reportagem publicada no  portal espanhol ABC.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!