O mito das barras de cereal

O consumo de barras de cereal é alto e uma das razões é o mito de que as mesmas são um alimento saudável. Contudo, a análise da maioria dos rótulos mostram que as mesmas possuem um alto conteúdo de açúcar, em quantidades que em alguns casos chegam à duas colheres de sopa por barra. Algumas barras ainda são ricas em gordura saturada ou trans.

As barras de cereal podem conter ingredientes saudáveis como castanhas ou frutas secas, porém, em geral, estas estão embaladas com açúcar, xarope de glicose, xarope de frutose, maltodextrina ou outros carboidratos, associados à muita gordura. Vejamos a lista de ingredientes de uma das barras de cereal mais vendidas no mercado brasileiro:

Barra de cereais sabor aveia, banana e mel. Ingredientes: xarope de glicose, cereais (42%), flocos de cereais (farinhas de arroz, milho, trogo, cevada, aveia, açúcar,  maltodextrina, extrato de malte, sal, antiumectante carbonato de cálcio, estabilizante fosfato dissódico), mel, açúcar mascavo, gordura de palma, açúcar invertido, polpa de banana, óleo de milho, antioxidante lecitina de sódio, corantes caramelho e betacaroteno e aromatizante. Contém glúten.

Como o consumo exagerado de açúcar, frutose e gorduras ruins pode trazer inúmeros malefícios à saúde, o ideal é fazer lanches com frutas, castanhas, aveia ou outros cereais em sua forma menos processada.

Para saber mais: assista à aula sobre o efeito da frutose no organismo clicando aqui.

Mais:

- Frutose e ganho de peso

- Frutose e obesidade

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!