Lignanas e proteção contra o câncer

As lignanas são substâncias fenólicas, não calóricas, presentes nas plantas e que conseguem se ligar aos receptores de estrógeno nas células. O estrógeno é um hormônio com função proliferativa e que, em altas quantidades, aumenta o risco de certos tipos de câncer, como o de mama. Porém, quando lignanas ligam-se a estes receptores o próprio hormônio será impossibilitado de exercer seus efeitos. Nos seres humanos, as lignanas são metabolizadas pelas bactérias intestinais em enterolignanas e enterolactona. A enterolactona é absorvida e estudos revelam que quanto maiores são as concentrações plasmáticas menor é o risco de desenvolvimento de câncer e, em indivíduos já portadores da doença, menor é a mortalidade. O alimento mais rico em lignanas é a linhaça, seguido do gergelim e do grão de bico:

Para que a enterolactona seja bem absorvida uma flora intestinal saudável é fundamental.  Tabagismo e consumo de álcool, além de aumentarem o risco de câncer em virtude de suas substâncias tóxicas, ainda diminuem a absorção de lignanas. Por isto, para a prevenção, inclua na dieta alimentos protetores, como frutas, verduras, cereais integrais, castanhas e, obviamente, fontes de lignanas como as citadas na tabela.

+ Linhaça reduz colesterol em homens

+ Ômega-3 para vegetarianos

Para acompanhamento  entre em contato utilizando o formulário do canto inferior da página.

Apostilas gratuitas - Dra. Andreia Torres:

Manual de tratamento para sobreviventes do câncer

A dieta vegetariana

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!