Consumo excessivo de colesterol pode aumentar o risco de Alzheimer

Pesquisa realizada em ratos demonstrou que o consumo crônico de uma dieta rica em colesterol aumentou o risco de déficits de memórias e de doença de Alzheimer. As causas dos Alzheimer são desconhecidas porém dentre as hipóteses está o processo inflamatório e o estresse oxidativo. De acordo com o estudo a hipercolesterolemia aumentou a inflamação local, o que causou microhemorragias no tecido cerebral. Pode-se então especular que as dietas ricas em colesterol, presente por exemplo no ovo, no bacon, nos laticínios integrais e nas carnes gordas, associados a outros fatores de risco contribui para doenças como derrames silenciosos e outros danos cerebrais que podem eventualmente levar anos depois ao Alzheimer. 

Para contrabalançar os efeitos do colesterol aumente o consumo de temperos: açafrão (rico em curcumina) e colorau (rico em tocotrienóis) reduzem a inflamação e o risco de várias doenças crônicas.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!