Combatendo a deficiência de selênio

Essa nem eu sabia: 1 bilhão de pessoas no mundo sofrem da deficiência do mineral selênio, que é um nutriente essencial para órgãos como fígado, coração e tireóide além de importantíssimo para o sistema imune. A deficiência é mais comum no sudeste da Ásia e por isto órgãos Australiados estudam formas mais eficientes de suplementação.

De acordo com pesquisa divulgada no Soil Science Society of America Journal o selênio se fixa melhor quando utilizado no solo misturado com o fertilizante. Porém, as plantas não são capazes de utilizar qualquer forma de selênio. Selênio elementar, selenito e selenato já se mostraram opções ruins. Já o selênio em spray parece ser um opção viável, como discutido no artigo.

Felizmente, o solo brasileiro, principalmente no norte do país é rico em selênio. Uma única castanha do Brasil (anteriormente chamada castanha do Pará) é suficiente para atender as necessidades diárias. Mas não abuse: o excesso de selênio ou selenose acarreta em problemas gastrintestinais, queda de cabelo, fadiga e fraqueza nas unhas.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!