Ômega-3 pode reduzir o risco de câncer de mama

Pesquisadores do Fred Hutchinson Cancer Research Center, em Seattle, EUA, avaliaram 45.016 mulheres na pós menopausa e sem histórico de câncer. Após 6 anos de acompanhamento ocorreram 880 casos de câncer de mama, sendo que nas mulheres que consumiam quantidades adequadas de ômega-3 tiveram 32% menos chance de ter a doença.

Nunca um único estudo é suficiente para que recomendações sejam propostas, por isto aguardamos novas pesquisas que confirmem esta última. De qualquer forma, o fato de o ômega-3 ser um potente antiinflamatório tem se mostrado muito interessante na prevenção e tratamento de muitas condições como as doenças cardiovasculares, artrite, artrose e outros tipos de câncer. Atualmente a Universidade de Harvard  está selecionando pacientes para novos estudos. O objetivo é acompanhar pelo menos 20.000 indivíduos idosos.

Para saber mais sobre o Ômega-3, alimentos fontes e pesquisas clique aqui.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.