Alimentação da gestante e Síndrome de Down

Comer bem na gestação diminui o risco de síndrome de Down no bebê? Várias pesquisas neste sentido tem sido realizadas mas com poucos resultados. Porém, um novo estudo publicado no Behavioral Neuroscience mostrou que o consumo de colina durante a gestação (450mg/dia) e lactação (550mg/dia) não previne a ocorrência do problema mas melhora os níveis de atenção e normalizam emoções no concepto com síndrome de down. Além da suplementação fontes incluem gema de ovo, castanhas e vegetais como brócolis e couve flor.  Os camundongos não suplementados eram mais agitados, o que está de acordo com outros estudos que já mostravam a relação. O interessante é que parece que a suplementação de colina com esta finalidade só faz efeitos nestas fases e não posteriormente.

PS: as dosagens em parênteses são aquelas extrapoladas para seres humanos. Fonte da notícia: Cornell University.

Meu curso online completo sobre alimentação e suplementação na Síndrome de Down está disponível no Udemy.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.
Tags