Cafeína para prematuros?

O consumo de cafeína na gestação deve ser evitado pois o hábito aumenta o risco de parto prematuro e bebês de baixo peso. Agora um novo estudo mostrou que a administração de cafeína à ratos recém nascidos teve um efeito adverso ao longo de toda a vida dos animais que mostraram maior dificuldade para dormir e mais problemas respiratórios. Problemas para dormir são indicativos de pobre saúde e menor sobrevida.

Como problemas respiratórios são a principal causa de hospitalização e morte em bebês prematuros, uma das terapias é a administração de cafeína, justamente por suas propriedades estimulantes. Porém, seus efeitos a longo prazo não haviam sido estudados. Como os cientistas mostraram preocupação com os resultados do estudo indicam-se melhores acompanhamentos de crianças afim de definir o impacto da administração de cafeína no desenvolvimento e comportamento a longo prazo.

Para saber mais: MONTANDON, G.; HORNER, R.L.; KINKEAD, R.; BAIRAN, A. Caffeine in the neonatal period induces long-lasting changes in sleep and breathing in adult rats. J Physiol, published ahead of print, September 21, 2009.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!