Suplementos antioxidantes podem desencadear Diabetes tipo 2?

Um time de pesquisadores mostrou que antioxidantes (tão falados por seus efeitos protetores contra o câncer, doenças cardiovasculares, Alzheimer...) podem ser responsáveis pelo desenvolvimento do diabetes tipo 2. Antioxidantes diminuem os danos provocados por espécies reativas de oxigênio. Porém, existem evidências suficientes de que este processo não é tão simples e que o equilíbrio entre substâncias oxidantes e antioxidantes é fundamental para a boa saúde.

O que conhecemos como estresse oxidativo é justamente a situação de desequilíbrio, esta sim prejudicial ao corpo. Vários estudos anteriores mostraram que o alto consumo de suplementos antioxidantes poderia na verdade diminuir a expectativa de vida e provocar doenças, inclusive desencadeando o câncer. Isto se dá porque até uma dosagem específica um nutriente (como a vitamina C) comporta-se como antioxidante e após esta dosagem o mesmo passa a se comportar como um pró oxidante, aumentando o dano celular. Além disso, quem disso que radical livre é sempre ruim? Na verdade os mesmos desempenham funções fundamentais como a defesa contra agentes estranhos, no combate à inflamação e na vasodilatação.

No estudo publicado na revista científica Cell Metabolism mostrou também que as espécies reativas de oxigênio (em particular o peróxido de hidrogênio) melhoram a sensibilidade à insulina. Ou seja, níveis fisiológicos de radicais livres são importantes afim de atenuar a resistência à insulina e sua progressão paa o diabetes tipo 2. É por isto que mais uma vez digo: alimentos são sempre muito mais apropriados e seguros do que suplementos. Consumindo alimentos ricos em antioxidantes, principalmente frutas e verduras, várias vezes ao dia, nosso corpo tem a oportunidade de selecionar quantidades a absorver. Aliás, estas quantidades raramente são muito grandes nos alimentos. Já quando se ingere um suplemento, principalmente aqueles com dosagens altas, o risco de uma absorção exagerada é grande.

Para saber mais: Kim Loh, Haiyang Deng, Atsushi Fukushima, Xiaochu Cai, Benoit Boivin, Sandra Galic, Clinton Bruce, Benjamin J. Shields, Beata Skiba, Lisa M. Ooms, Nigel Stepto, Ben Wu, Christina A. Mitchell, Nicholas K. Tonks, Matthew J. Watt, Mark A. Febbraio, Peter J. Crack, Sofianos Andrikopoulos and Tony Tiganis. Reactive Oxygen Species Enhance Insulin Sensitivity. Cell Metabolism, Volume 10, Issue 4, 260-272, 7 October 2009.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.