Procuradores federais: vamos trabalhar?

O Ministério Público Federal de São Paulo ingressou ontem (15/06) com uma ação civil pública que pede a suspensão da distribuição de brindes nos lanches voltados para o público infantil das redes McDonald’s, Bob’s e Burger King. De acordo com o MPF, as lanchonetes usam os brinquedos para atrair as crianças para a compra dessas promoções, estimulando a obesidade infantil. O procurador da República Márcio Schusterschitz da Silva Araújo alega que os lanches, compostos por hambúrgueres, batatas fritas e refrigerantes, fazem do brinquedo “um prêmio” para o consumo de alimentos de alto teor calórico e baixo valor nutricional. Caso a ordem seja acatada, tradicionais promocionais como McLanche Feliz, Lanche Bkids e Trikids poderiam deixar existir - ou, no mínimo, deixar de distribuir os brinquedos-surpresa que acompanham os respectivos “trios”. O pedido foi feito em meio à preocupação global sobre a ligação entre fast-food e doenças como a obesidade, diabetes e hipertensão. Desde 2006, o governo estuda medidas para conter a publicidade voltada para o público infantil com a publicação da proposta de Consulta Pública nº 71 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Países como Inglaterra, França e Austrália já discutem há anos regras rígidas para o marketing desse tipo de produto. Procuradores das outras regiões, vamos fazer o mesmo???
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!