Sem glúten

O glúten é uma proteína presente no trigo, aveia, centeio e cevada, e em todos os seus derivados. Algumas pessoas podem ter uma maior sensibilidade à esta substância em decorrência dos anos de grande consumo, já que nossa dieta é rica em pães, macarrão, biscoitos, barras de cereais e tantos outros produtos enriquecidos com esta proteína. Pesquisas recentes vem mostrando, inclusive, a relação entre o alto consumo de glúten e prisão de ventre e doenças inflamatórias, incluindo obesidade, fibromialgia e artrite.

Para Sapone e colaboradores (2012) existem 3 tipos de problemas relacionados ao glúten: os autoimunes, os alérgicos e os provavelmente relacionados à imunidade inata:

Qual é a solução? Não abusar, substituindo o glúten por tapioca, polvilho, fécula de batata, farinha de milho, farinha de arroz, farinha de mandioca, araruta, quinua, farinha de linhaça, dentre outras opções. Se você gosta de fazer tortas ou bolos, deixe pronta uma mistura que substitui a farinha de trigo:

  • 3 xícaras de farinha ou creme de arroz
  • 1 xícara de fécula de batata
  • 1 xícara de polvilho doce

Para farinhas utilizadas em empanados: misturar, peneirando, farinha de mandioca com farinha de milho. Um blog cheio de receitinhas sem glúten é o http://www.delishvillesemgluten.com

Leia mais sobre o glúten clicando aqui.

Estudo randomizado e controlado começa a avaliar os efeitos da dieta livre de glúten nos sintomas da fibromialgia. Aguardamos o resultado.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags