Expressão de gene permite avaliar o prognóstico de câncer coloretal

O câncer de cólon é uma combinação de fatores dietéticos, ambientais, inflamação crônica e acúmulo de alterações genéticas específicas. A patogênese e o desenvolvimento do câncer coloretal envolve múltiplos genes e passos. O gene TSPAN1 (GenBank Accession No. AF065388) é um novo membro do TM4SF localizado no cromossomo 1 p34.1. O mesmo codifica uma proteína com 241 aminoáciodos e parece ser um gene relacionado aos tumores. Uma pesquisa liderada pelo Dr. Jian-Wei Zhu da Universidade Nantong, na China, investigou a associação entre  TSPAN1 e o adenocarcinoma coloretal humano. O estudo foi publicado no dia 14/05/09 no World Journal of Gastroenterology.

No estudo, o RNA total foi extraído de tecidos adenocarcinomatosos humanos e o TSPAN1 mRNA foi detectado em 90% dos mesmos. Pacientes com mais expressão protéica por TSPAN1 tiveram uma menor sobrevida do que os pacientes negativos para a proteína ou com uma menor expressão. Os autores concluem que testar a expressão do TSPAN1 nos tecidos é uma ferramenta útil afim de se avaliar o prognóstico dos pacientes com câncer coloretal.

Para saber mais:

Chen L, Zhu YY, Zhang XJ, Wang GL, Li XY, He S, Zhang JB, Zhu JW. TSPAN1 protein expression: A significant prognostic indicator for patients with colorectal adenocarcinoma. World J Gastroenterol 2009; 15(18): 2270-2276

Apostilas gratuitas - Dra. Andreia Torres:

Manual de tratamento para sobreviventes do câncer

A dieta vegetariana

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
In