Cozimento de vegetais em água provoca maior perda de antioxidantes

De acordo com estudo publicado no Journal of Food Science, alguns métodos de cocção são melhores afim de preservar os níveis de antioxidantes dos vegetais. De acordo com os pesquisadores a maior perda foi observada no couve-flor cozido em água e no microondas, nas ervilhas cozidas em água e na abobrinha não só no cozimento em água mas também após fritura. Feijões, beterrabas, alcachofras e alho mantiveram seu conteúdo de antioxidantes com quase todos os métodos de cocção. Feijão verde, aipo e cenouras tiveram seu conteúdo de antioxidantes aumentado com o tratamento térmico. Ou seja, apesar da perda variar com o tipo de vegetal, o método mais prejudicial no estudo foi o cozimento em água.

Os métodos menos prejudiciais foram os métodos secos: grelhar, cozinhar no microondas e assar no forno.

Referência:

Jiménez-Monreal et al. Influence of Cooking Methods on Antioxidant Activity of VegetablesJournal of Food Science, 2009; 74 (3).

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.