Alimentação mediterrânea previne prejuízos cognitivos na terceira idade

Mais um estudo sobre a relação da dieta mediterrânea e a saúde foi publicado este mês na revista arquivos de neurologia. Esta pesquisa mais recente mostrou que uma alimentação rica em frutas, verduras, peixes, cereais integrais e azeite previne problemas cognitivos comuns durante o envelhecimento. Estudos prévios já haviam demonstrado uma relação entre a dieta mediterrânea e um menor risco de Alzheimer. Na dieta mediterrânea o consumo de laticinínios, gordura saturada e carne vermelha é pequeno e o consumo de álcool é moderado, o que contribui para menores níveis de colesterol plasmático, glicemia e inflamação.

Referência: Nikolaos Scarmeas; Yaakov Stern; Richard Mayeux; Jennifer J. Manly; Nicole Schupf; Jose A. Luchsinger. Mediterranean Diet and Mild Cognitive Impairment. Arch Neurol., 2009; 66 (2): 216-225.

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!