Sobrevivendo às tentações do natal e ano novo

Dezembro é o mês das comilanças. Mas é bom não se acostumar com isso ou acabará emendando com férias, carnaval, páscoa... Para cortar este ciclo vicioso é muito importante pensar antes de comer. Eu sei que suas intenções são boas e você pretende não se empanturrar. Para te ajudar, veja três erros comuns cometidos nesta época.

1. Pular o café da manhã e, às vezes, o almoço. Muita gente acha que pulando o café da manhã poderá comer mais no almoço sem engordar, porém o que acontece é que ficamos famintos e acabamos comendo quantidades absurdas de alimentos muito calóricos e com baixo valor nutritivo. Várias pesquisas mostram que os que pulam o café tendem a engordar mais do que os que fazem mais refeições ao dia. Por isto, sempre faça uma refeição leve pela manhã, com frutas e cereais integrais. No almoço escolha uma fonte protéica (carne ou ave magra, peixe, feijão ou ovo) acompanhada de carboidrato complexo (arroz ou massa integral) em pequena quantidade e abuse da salada. Evite, porém, molhos gordos, croutons e sobremesa. E, para chegar faminto à ceia, a tarde consuma uma fruta, nozes e castanhas em pequena quantidade.

2. Trocar as refeições principais por lanches. Arroz e feijão engorda? Depende da quantidade. O segredo é equilibrar o consumo com o gasto. De nada adianta substituir refeições saudávels por porções menores porém mais ricas em gorduras. Salgadinhos fritos, lanches do tipo fast food, refrigerantes, bolos e outras guloseimas fornecem uma grande quantidade calórica, que frequentemente ultrapassa a das refeições convencionais, porém sem uma boa quantidade de vitaminas, minerais, fibras e fitoquímicos. Evite também ficar beliscando enquanto cozinha. Se estiver com fome pare e coma uma fruta ou beba um copo de suco.

3. Comer muito porque no dia seguinte irá se exercitar. Duas coisas podem ocorrer: você não conseguir gastar as calorias extras ingeridas (1 hora caminhando queima cerca de 200 calorias e muita gente consome até 10 vezes mais na ceia de natal!) ou - esta é a alternativa que ocorre com maior frequência - você nem conseguir acordar no dia seguinte para fazer nada em decorrência da festa que foi até tarde, do excesso de comida e de álcool. Ou seja, o melhor é não abusar mesmo.

Fonte da imagem: http://img.photobucket.com/albums/v208/ydho_6/London%20Xmas%202004/ResizeofChristmasDinner2.jpg

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
In