Dieta rica em ômega 3 é importante para idosos

Estudo conduzido pelo Instituto de Pesquisa Phoenix-based Kronos Longevity (KLRI) encontrou que uma dieta rica em ômega-3 melhora a sensibilidade à insulina e reduz os marcadores inflamatórios. O estudo foi publicado em Hormones and Metabolic Research.

À medida em que vamos envelhecendo a responsividade das células diminui em decorrência de perda de fluidade das células ou de alterações das membranas. Pesquisas vem demonstrando que o ácido graxo ômega-3 pode ajudar os sinais hormonais a entrar dentro das células menos fluidas de idosos. Os ácidos graxos ômega-3 são tipos de gorduras encontrados em peixes como salmão e atum. Estudos anteriores demonstraram que estes lipídios tem um papel importante na prevenção de doenças cardíacas e a aterosclerose, combate a depressão, protege contra alguns tipos de câncerdoença de parkinson e até desordens de déficit de atenção.

KLRI examinou os efeitos de uma dieta rica em ômega-3 na perda do equilíbrio hormonal comum ao envelhecimento. No estudo, os participantes receberam uma dieta convencional ocidental por 6 semanas e após este período receberam suplementos de ômega-3 por 8 semanas. Os resultados evidenciaram uma redução dos níveis de triglicerídeos, da proteína inflamatória C-reativa e melhorou a sensibilidade ao hormônio insulina. Estes achados são consistentes com outros estudos que já haviam demonstrado os benefícios antiinflamatórios do ômega-3.

Para saber mais: Kronos Longevity Research Institute - http://www.kronosinstitute.org

Fonte da imagem: http://www.positivehealthsteps.com/images/salmon.jpg

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.