Obesidade: prevenção só é eficaz se iniciada na infância

Notícia Revista Veja.com - Ciência e saúde: Ciência

Pesquisa: por que é difícil manter o peso

05 de Maio de 2008 | 08:27

O efeito sanfona e a dificuldade para manter o peso depois de uma dieta bem-sucedida podem ser explicados pelo número de células adiposas que é definido na infância. Um estudo publicado na revista científica britânica Nature indica que o número total de células de gordura no corpo é estável e a produção de outras novas é compensada pela destruição das que morrem.

Todos os anos, ocorre uma renovação de 10% dessas células. Assim, quando se perde peso na idade adulta, apenas a massa das células é reduzida. Não há diminuição no número de células adiposas. E quando o tecido é renovado, a tendência é readquirir a massa anterior à dieta. Isso explica, segundo os cientistas, "ao menos parcialmente, porque é tão difícil manter o peso alcançado depois de emagrecer".

Os pesquisadores do Instituto Karolinska de Estocolmo (Suécia) estudaram tecidos procedentes de lipoaspirações e de reconstruções abdominais. Eles concluíram que, depois da infância, o número de células adiposas permanece constante. O estudo confirma as estatísticas que demonstram que a maior parte dos adultos obesos já o eram na infância. Só 10% das crianças com peso normal convertem-se em obesos. Mais de 75% das crianças obesas conservam esta condição na idade adulta.

Para os cientistas, estes dados tornam possível a definição de novas linhas de tratamento para a obesidade. Adotar medidas desde a infância para frear a renovação de células adiposas mortas podeser uma alternativa eficaz.

Fonte: veja.com

Fonte da imagem: http://www.femhealth.com/images/graphics/child249x267.jpg

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!