Alimentação saudável = Alimentação Natural

Há vários anos pesquisadores vêm alertando que o consumo de alimentos acrescentados de adoçantes artificiais podem ser tóxicos e também conduzir ao ganho de peso, já que os demais carboidratos consumidos passariam a ser melhor absorvidos. Além disso, o sabor doce dos adoçantes é sentido exclusivamente na ponta da língua podendo gerar uma compulsão em algumas pessoas adoradoras do sabor doce. Isto também acontece com açúcares porém estes são transformados em glicose, carboidrato responsável pela elevação de serotonina - hormônio relacionado ao prazer. Ou seja: adoçante gera um prazer pelo sabor doce. Esta sensação acaba assim que engolimos o alimento. Carboidratos geram um prazer mais prolongado, relacionado ao sabor doce e também ao aumento da produção de serotonina. Agora, uma nova pesquisa, mostrou que os adoçantes artificiais interferem de tal forma no metabolismo que o corpo perde sua habilidade natural de se satisfazer com o conteúdo calórico dos alimentos. Isto torna o organismo mais susceptível a abusar de doces, bebidas ou outros alimentos hipercalóricos. Confirmando esta hipótese, um estudo publicado este mês na revista Behavioral Neuroscience sugere que o consumo de adoçantes artificiais pode induzir ao ganho de peso em ratos de laboratório. No estudo, os ratos que fizeram uso dos adoçantes (sacarina) ingeriram mais calorias do que os que não ingeriram alimentos adoçados artificialmente. Os autores do estudo, os psicólogos Susan Swithers e Terry Davidson, sugerem que o sabor doce causa nos animais uma antecipação do conteúdo calórico dos alimentos. Porém, como os alimentos com adoçante contém menos calorias do que o cérebro previu os animais acabam ingerindo outros alimentos com mais calorias para balancear a equação. Por isto, a não ser que você tenha diabetes ou pré diabetes e realmente tenha que evitar o consumo de açúcar, evite os adoçantes. Dietas equilibradas, com o mínimo de produtos industrializados possível, aliadas à prática regular de atividade física moderada são a melhor receita para a perda de peso satisfatória e saudável.

Artigo: Susan E. Swithers and Terry L. Davidson. "A Role for Sweet Taste: Calorie Predictive Relations in Energy Regulation by Rats." Behavioral Neuroscience, Vol. 122, No. 1, February 2008.

Fonte da imagem: http://www.healthmonitor.com/images/ND04_respSweets.jpg

Complemento: IstoÉ - revista do dia 15/02 - A armadilha Diet

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!