Pesquisa sobre obesidade infantil. Faltou o Brasil...

Pesquisadores de 38 universidades em 16 países estudarão os efeitos da alimentação infantil no início de doenças como problemas cardiovasculares e ósseos, diabetes, obesidade, alergias, desenvolvimento neuromotor assim como aspectos comportamentais. O projeto EARNEST (The Early Nutrition Programming Project) tem como objetivo auxiliar no desenvolvimento de estratégias, campanhas informativas, documentos, guias e recomendações alimentares para crianças. Durante a pesquisa serão realizados exames clínicos e intervenções nutricionais durante a gestação e a infância, estudos pilotos, testes em animais, células e genoma, assim como estudos sociais e econômicos ligados à nutrição nos primeiros estágios da vida. Os estudiosos esperam encontrar mecanismos genéticos de doenças como diabetes e obesidade.

Como o projeto EARNEST é financiado pela Comissão Européia o mesmo é composto por grupos multidisciplinares de 38 Universidades em 16 países apenas na Europa. O mesmo se iniciou em abril de 2005 e durará até 2010. Ações como esta deveriam ser feitas em outros continentes uma vez que a obesidade é uma epidemia global, que pode de iniciar na infância. No Brasil as estimativas são de que atinja entre 7 e 15% das crianças, dependendo da região e da classe social.

Instituições participantes: Medical Research Council-Institute of Child Health (London, United Kingdom); University of Pécs (Pécs, Hungary); University of Granada (Spain); University of London-Alliance (United Kingdom); Danish Epidemiology Science Centre (Copenhagen, Denmark); Aarhus University (Denmark); Instituto municipal de Investigació Médica (Barcelona, Spain); Inst of Public Health (Oslo, Norwich); University of Bristol Alliance (United Kingdom); The Children's Memorial Health Institute (Warsaw, Poland); GSF National Research Centre for Environment and Health (Germany); University Hospital Groningen (Holland); Turku University Central Hospital (Turku, Finland); University of Nottingham (United Kingdom); Louvain Universities Alliance (Belgium); Rowett Research Institute (Scotland, United Kingdom); University of Cambridge (United Kingdom); Research Institute for the Biology of Farm Animals (Germany); Centre National de la Recherche Scientifique (France); INSERM (Paris, France); RIVM National Institute for Public Health and the Environment (Holland); Institute of Physiology (Prague, Czech Republic); University Medical Centre (Utrecht, Holland); University of Surrey (United Kingdom).

Empresas: DNA testing Ltd (Scotland, United Kingdom); Schothorst Feed Research (Holland); Ashwell Associates (United Kingdom); RDE Software GmbH (Munich, Germany); Institute for Market Research, Strategy and Planning (Munich, Germany); Arexis (Gothenburg, Sweden); BioScientifica, (Bristol, United Kingdom).

Indústria: Numico (Friedrichsdorf, Germany); Ordesa, (Spain); Orafti (Belgium); Mead Johnson (USA); Nestlé International.

Para saber mais:

UNIVERSITY OF GRANADA COMMUNICATIONS DEPARTMENT

Secretariado de Comunicación Universidad de Granada
Hospital Real - Cuesta del Hospicio s/n
http://www.ugr.es

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!