Pirâmide dos alimentos de Harvard / Pirâmide dos alimentos funcionais

Vários pesquisadores, dentre eles os da Universidade de Harvard consideram que a antiga pirâmide dos alimentos está desatualizada uma vez que prejudicam as escolhas sábias. A pirâmide de Harvard reflete as novas pesquisas em saúde. Esta pirâmide também é conhecida no Brasil como a pirâmide dos alimentos funcionais. O exercício (1) passa a ser um elemento chave. Um outro elemento essencial é a manutenção de um peso saudável para sua altura. Consulte seu nutricionista afim de descobrir qual é o peso mais adequado para você.

2 - Carboidratos são essenciais para o bom funcionamento de nossos músculos, cérebro e coração. Alimentos como pães, cereais matinais, arroz e macarrão formam o maior grupo de alimentos. Porém, os carboidratos devem ser principalmente integrais já que aqueles refinados tem um conteúdo menor de fibras e minerais. Além disso, carboidratos refinados são transformados rapidamente em glicose. Ao chegar na corrente sanguínea esta glicose é estocada para uso posterior. Isto pode fazer sua glicemia (concentração de açúcares no sangue) cair, deixando-o mais faminto. Se você consumir mais alimentos em sequência sua capacidade de estoque de glicose já estará repleta e o restante dos carboidratos no sangue serão estocados como gordura. Em contraste, carboidratos integrais são quebrados e atingem a corrente sanguínea lentamente, deixando-o satisfeito por mais tempo e afastando o risco do excesso de peso e da obesidade. 3 - As gorduras insaturadas, por outro lado, são adequadas para a saúde de seu coração. Estes lipídios estão presentes na maioria dos óleos vegetais como o azeite de oliva e óleos de canola, linhaça, soja e milho. 4/5 - Frutas e verduras também são ricas em carboidratos, fibras e muitas vitaminas, minerais e fitonutrientes capazes de proteger-nos contra doenças como vários tipos de câncer. Estes alimentos devem ser consumidos pelo menos de 3 a 4 vezes ao dia. PS: batatas são uma excessão à regra, já que são digeridas muito rapidamente, por isto são colocadas no mesmo grupo dos grãos refinados e do açúcar, ou seja, no topo da pirâmide. Os grupos 6, 7 e 8 representam as fontes de proteína porém fornecem diversos outros nutrientes dependendo da fonte, por isto os grupos são categorizados em diferentes níveis.

6 - Nozes, castanhas e leguminosas (feijões, soja, grão de bico, lentilha e ervilha) estão logo acima do grupo das frutas e verduras. 9 - No topo da pirâmide estão os alimentos que devem ser consumidos ocasionalmente uma vez que são ricos em gorduras trans e gorduras saturadas, aquelas relacionadas com as doenças cardiovasculares. Evite alimentos como manteiga, banha de porco, toucinho, gorduras das carnes e do leite gordo. Biscoitos, pães, croissants e outros industrializados feitos com gorduras trans também devem ser consumidos com freqüência baixa. 7/8 - Acima do grupo 6 encontramos ovos, peixes, aves e laticínios desnatados.

9- Cortes de carnes ricos em gordura e leite integral não devem ser consumidos regularmente, em decorrência de seu alto conteúdo de gordura saturada.

Conheça meu livro: "O que aprendi em Harvard"

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!