Papel do óxido nítrico no organismo

O óxido nítrico (NO) é um radical livre com uma vida média extremamente curta (menos de 10 segundos). É produzido em nosso organismo a partir do aminoácido arginina. No corpo o óxido nítrico pode exercer funções benéficas ou tóxicas, dependendo de sua concentração nos tecidos.

Dentre suas funções benéficas, destacam-se seus papéis como neurotransmissor, como um vasodilatador, e como um antibactericida, antiparasítico e antiviral.

Existe um limiar muito pequeno da concentração de NO entre a toxicidade necessária para a ação de defesa e a não toxicidade para as células do hospedeiro. Em situações em que existe uma grande permanência do óxido nítrico dentro do organismo, o mesmo pode ser convertido em peroxinitrito, substância extremamente danosa e que causa efeito contrário ao do óxido nítrico, promovendo vasoconstrição, peroxidação lipídica, oxidação de proteínas entre outros problemas.

Para equilibrar a ação dos radicais livres entram em ação vários antioxidantes produzidos no corpo e outros consumidos através da dieta. Estes incluem a vitamina E, a vitamina C, os carotenóides e flavonóides, presentes principalmente em frutas, verduras, nozes e castanhas.

Figura - Caminhos do óxido nítrico na oxidação de lipoproteínas de baixa intensidade (LDL).

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!