Café e aumento do colesterol

De acordo com pesquisadores da Faculdade de Medicina Baylor, nos EUA, o cafestol, composto encontrado no café, eleva o colesterol através do seqüestro de um receptor intestinal. O estudo foi publicado na edição de Julho do Jornal de Endocrinologia Molecular. O café expresso contém as maiores concentrações de cafestol. Já o café coado tem uma concentração menor de cafestol que ficam retidos nos filtros. O consumo de cinco xícaras de café expresso ao dia por 4 semanas podem aumentar o colesterol sanguíneo em 6 a 8%.

O cafestol ativa o um receptor de ácidos biliares, conhecido como FXR. Este induz o FGF15 (Fator de crescimento de fibroblastos), o qual reduz o efeito de três genes hepáticos que regulam os níveis de colesterol.

Ouça ao podcast NutriYoga sobre os prós e contras do consumo do café clicando aqui

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!