Grupo de Nutricionistas processa Burger King em Washington

Na última quarta feira um grupo de nutricionistas processou a lanchonete Burger King por ser a única cadeia de lanchonete a não banir o uso de gorduras trans no estado. O grupo alegou que a lanchonete utiliza a gordura hidrogenada sem advertir os consumidores de sua consequência para a saúde.

A gordura trans aumenta o colesterol ruim no sangue (colesterol LDL) aumentando o risco de doenças cardiovasculares. No Brasil, os rótulos dos alimentos industrializados devem conter os valores de gorduras trans presente nos alimentos, porém os restaurantes e lanchonetes não são obrigados a declarar o valor utilizado em suas preparações. Porém, de acordo com o advogado responsável pela ação, Stephen Gardner, "dado o nível de conhecimento atual acerca dos prejuízos à saúde proporcionados pela gordura trans, o uso deliberado destes alimentos, que são completamente dispensáveis, fazem dos mesmos um risco à população.

A porta voz do Burger King, Keva Silversmith, disse que a companhia está desapontada com a ação e que a cadeia de lanchonete está comprometida com a eliminação da gordura trans de seus produtos até 2008. Nos EUA, tanto os estados de Nova York quanto o da Filadélfia sancionaram leis que banem o uso de gorduras trans nos restaurantes de suas cidades. O que você acha? Leis similares deveriam ser propostas no Brasil?

Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar esta página!
Tags