Comerciais e obesidade infantil

A prevalência de obesidade vem aumentando em todo mundo, atingindo inclusive crianças. Para conter o avanço da síndrome pais, escolas, governo e indústria devem unir esforços, para que as crianças tenham acesso à alimentação adequado e locais seguros para lazer. Além disto a indústria pode contribuir reduzindo o número de propagandas destinadas aos menores. A mídia tem veiculado mensagens visuais, musicais e interativas na TV, rádio, internet e até nos games. Estas mensagens, na maioria das vezes, estimula o consumo exagerado de alimentos dispensáveis como refrigerantes, balas, doces, sorvetes e biscoitos. Assim como as propagandas de cigarro e bebidas alcoólicas os anúncios de alimentos endereçados ao público infantil são sempre coloridos, alegres e, muitas vezes, promovidos com o aval de pessoas conhecidas e admiradas pelas crianças. O ideal que agências do governo passem a regular a propaganda dos alimentos industrializados, já que as consequências do ganho de peso incluem diabetes, doenças cardiovasculares, gota, além de trazerem prejuízos financeiros, sociais e psicológicos aos indivíduos e à população.
Dra. Andreia Torres é Nutricionista, especialista em nutrição clínica, esportiva e funcional, mestre em nutrição humana, doutora em psicologia clínica e cultura, pós-doutora em saúde coletiva. Também possui formações no Brasil e nos Estados Unidos em Coaching e Yoga. Para contratar clique na aba consultoria no topo da página. Obrigada por visitar este blog.